BIOGRAFIA

      Rodrigo Domingos é compositor, arranjador e multi-instrumentista, formado em música pela USP (Universidade de São Paulo), estudando  também na antiga ULM (Universidade Livre de Música) atual EMESP (Escola de Música do Estado de São Paulo).

      Teve aulas de composição, arranjo, harmonia, orquestração e instrumento com nomes como Gil Jardim, Olivier Tony, Mário Ficarelli, Willy Correa, Edelton Gloeden, Toninho Carrasqueira, Lorenzo Mammi  entre outros.

     Durante mais de uma década esteve imerso no mundo flamenco como violonista das maiores companhias do Brasil, compondo através da fusão das linguagens do flamenco, jazz e música brasileira, utilizando-se de suas ricas harmonias.

     Em 2004 começou a se dedicar também à composição de trilhas sonoras orquestrais para cinema, TV e para vários outros meios do mundo audiovisual.

     Em 2009 compôs a trilha sonora do curta metragem em animação  "OS ANJOS DO MEIO DA PRAÇA" , do diretor e roteirista Alê Camargo e de Camila Carrossine, onde teve grande destaque em festivais de importância mundial como o Anima Mundi, Festival de cinema Locomotiva e VII Festival de cinema de Maringá, Festival de Gramado e o IV Brasilian Film Festival of Toronto - Canadá, com prêmios de melhor trilha sonora original e de melhor filme.

     Entre 2015 e 2016 compôs a trilha sonora do seriado em animação "AS AVENTURAS DE FUJIWARA MANCHESTER", sob direção de Alê Camargo e Camila Carrossine - Buba Filmes e Um Filmes, exibido por diversos canais da TV brasileira.

      Em 2015 teve sua composição para orquestra sinfônica "ABERTURA FESTIVA"  estreada pela OER (Orquestra Experimental de Repertório) na renomada Sala São Paulo, sob a regência do maestro Carlos Eduardo Moreno, e a reapresentação da obra no tradicional Theatro Municipal de São Paulo.

     Em 2018 sua composição "Libertatem" para orquestra de cordas foi selecionada para fazer parte do CD Vol. 6 ABLAZE Records Orchestral Masters, sendo gravada pela tradicional Brno Philharmonic da República Tcheca, sob a regência do maestro Mikel Toms.

     Em 2019 foi vencedor do concurso internacional de composição "Classic Pure Vienna International Music Competition", na Áustria.

     Atualmente, vem se destacando cada vez mais como compositor e arranjador, para orquestras e conjuntos de câmara, nacional e internacionalmente, com sua peculiar linguagem de composição.